Terça-Feira, 31 de Março de 2020

Notícias

Sexta-Feira, 20 de Março de 2020 13:26

Mulher é presa em flagrante por vender máscara com preço abusivo e sem nota fiscal

Órgão fiscalizador alerta que prática fere Código do Direito do Consumidor e pode acarretar em multa

Uma mulher, cuja identidade não foi revelada à imprensa, foi presa em flagrante pela Polícia Judiciária Civil (PJC), na manhã desta quinta-feira (19), por vender máscara com preço abusivo e sem nota fiscal em um estabelecimento comercial de Sorriso.

A PJC (telefone 157) e o Procon de Sorriso (fone 151) têm fiscalizado diversos locais, principalmente os que vendem itens com grande procura neste momento devido à pandemia do Coronavírus (o Covid-19), como álcool em gel, máscaras e até mesmo alimentos. As denúncias podem ser feitas a qualquer momento.

De acordo com o delegado Nilson Farias, no local onde uma mulher foi presa uma máscara estava sendo vendida por R$ 50. “A conduzida informou que ela não poderia retirar nota porque caracteriza crime de abuso de preço. Ela é conhecedora da legislação e estava burlando o sistema. O policial chegou a pagar por esse produto, no valor de R$ 50. Eu dei voz de prisão para ela em flagrante. Fica um alerta aos demais comerciantes, pois não podemos nos aproveitar dessa situação para auferir lucros”.

A operação será continuada e outros estabelecimentos serão visitados.

A funcionária do estabelecimento situado na Rua Genésio Roberto Baggio foi levada à delegacia para as providências cabíveis.

Mais imagens

Fonte: Portal Sorriso

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}