Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020

Notícias

Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020 14:22

Assassino diz que matou Emanuelle por vingança da mãe

Corpo da menina foi encontrado em uma área de mata na Fazenda Santana Nova. Aguinaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, já teria matado o próprio irmão no passado.
O corpo de Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, foi encontrado por volta das 23h, desta segunda-feira, 13, em uma área de mata na Fazenda Santana Nova, às margens de um córrego, na área rural de Chavantes. O assassino confesso, Aguinaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, que mora na mesma rua da família de Emanuelle, contou a polícia que a motivação do crime foi vingança da mãe da garotinha, Fabiana Aparecida Pestana, 36 anos, que, segundo ele, não deixava Emanuelle brincar com o seu enteado. Emanuelle foi encontrada morta na noite de segunda-feira (13) na zona rural de Chavantes — Foto: Reprodução/TV TEM Aguinaldo matou Emanuelle a facadas, na tarde de sexta-feira, 10, dia em que a família denunciou o desaparecimento da garota. O homem só confessou o crime, na noite desta segunda-feira, 13, após aparecer em imagens do circuito de monitoramento ao redor da praça onde Emanuelle brincava quando desapareceu e verificou-se que o suspeito aparecia duas vezes no vídeo (Veja o vídeo abaixo). Agnaldo é vizinho de Emanuelle e confessou que matou a menina a facadas em Chavantes — Foto: Reprodução/TV TEM O que chamou a atenção da polícia é que, no mesmo dia, ele aparece cada vez com uma roupa diferente. Em um primeiro momento, de camiseta branca e a pé e em um segundo momento, de camiseta vermelha e de bicicleta. Após ser identificado, Agnaldo Guilherme Assunção foi interrogado nesta segunda-feira e havia negado saber de qualquer informação sobre o desaparecimento da criança. Contudo, acabou confessando à polícia o crime. Então ele contou que pegou Emanuelle e pediu para ela ir com ele colher manga nas proximidades da fazenda. Chegando lá, ele teria desferido duas facadas nas costas e uma no peito de Emanuelle, que se virou para ele, que deu a última facada fatal no peito da menina e depois a enterrou. "Após o crime, ele disse que colheu alguns limões para levar para casa", contou a delegada de defesa da mulher, Drª Ana Rute de Castro Bertolaso, que colheu o depoimento do assassino na madrugada desta terça-feira, 14. Após a confissão, as equipes foram até o local e encontraram a menina morta ao lado de um córrego, por volta das 23h. O corpo de Emanuelle foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Exame de corpo de delito deve apontar a causa da morte e se houve abuso sexual. Aguinaldo nega ter abusado sexualmente da menina. Aguinaldo tem passagens pela polícia e já foi condenado por matar o próprio irmão. Ele chegou "ajudar" as equipes de buscas, tentanto disfarçar. Aguinaldo passa nesta terça-feira, 14, por audiência de custódia e ficará à diposição da justiça.

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}