Terça-Feira, 14 de Julho de 2020

Notícias

Quarta-Feira, 17 de Junho de 2020 13:55

Sorriso: Edna, atropelada por caminhonete, teve perna amputada e aguarda por cirurgia no rosto; Motorista ainda não foi preso nem se entregou

A zeladora Edna Souza Lanzoni, de 40 anos, está internada no Hospital Regional de Sorriso, na região norte do estado, se recuperando de uma cirurgia de amputação da perna, depois que foi atingida por uma caminhonete desgovernada, na sexta-feira (12). Ela estava em uma motocicleta.

Depois de atropelar a vítima, o motorista da caminhonete invadiu uma casa e fugiu. Ele deve se apresentar à polícia nesta semana.

Edna seguia para o trabalho quando o veículo teria tentado ultrapassar uma carreta e batido de frente com a moto em que ela estava.

Os vizinhos ajudaram o motorista a sair da caminhonete, mas ele fugiu e não prestou socorro à vítima. Ela foi socorrida pelos moradores e levada em estado grave ao hospital, onde teve a perna amputada.

Ainda não há informações se o motorista havia ingerido bebida alcoólica. Segundo o delegado André Ribeiro, o motorista deve responder por lesão corporal culposa por não ter prestado socorro à vítima.

“O indivíduo que praticou essa situação foragiu, abandonou o veículo e deixou o local, não prestou socorro à vítima e vai responder por uma lesão corporal culposa seguindo o Código de Trânsito, com alguns agravantes de omissão de socorro”, afirma.

Edna ainda aguarda uma cirurgia no rosto, que foi fraturado no acidente.

A sobrinha de Edna, Dalila Iazoni, pede por Justiça.

“A gente espera Justiça, que ele pague pelo erro que cometeu. Ele estava se preocupando com bens materiais, porque no outro dia comprou os materiais para arrumar o muro da casa. E como fica a situação dela? Foi 5h o acidente e ela estava indo trabalhar”, afirma.

Edna não passou por cirurgia porque está sentindo muita falta de ar e a pressão está aumentando.

Fonte: jk noticias

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}