Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020

Notícias

Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019 17:25

Trabalhador morre ao despencar de 13 metros de altura em obra do Senai

O acidente aconteceu no edifício do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, do bairro Distrito Industrial.

Jonatham Matos Rodrigues, 34 anos, morreu na tarde da última sexta-feira (18) após cair de aproximadamente 13 metros de altura, quando trabalhava na montagem de um telhado do edifício do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), no bairro Distrito Industrial, em Cuiabá.

 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) compareceu ao local do acidente para atendimento de primeiros socorros e encontrou a vítima caída no chão inconsciente. Os paramédicos conseguiram fazer a reanimação, mas ao coloca-lo na ambulância para encaminhar ao Pronto-Socorro Municipal (PSM), Jonathan não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com os médicos que atenderam a ocorrência, a vítima sofreu poli traumatismos, ou seja, após a queda livre e a pancada contra o chão, foi diagnosticadas várias fraturas por todo o corpo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada para periciar o local e colher informações que apontem as circunstâncias que levaram ao acidente. Em seguida o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou pelo exame de necropsia que deve apontar a causa clínica da morte.

Um laudo com as informações da perícia, que vai ajudar na investigação policial, deverá ser emitido no prazo de dez dias.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

A JER Engenharia, responsável pela obra que está sendo executada no Senai, explicou, por meio de nota, que o profissional é de uma empresa terceirizada, mas que está dando todo o apoio à família.

 

A construtora ainda reafirma que tem o compromisso de sempre trabalhar com a máxima segurança e prevenção de acidentes.

Fonte: Reporter MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}